top of page
Original.png

Análise do jornal popular por um viés discursivo: o caso do boneco cidadão

Livro digital, Belém: RFB, 2024
Gustavo Estef Lino da Silveira

ISBN: 978-65-5889-637-1

DOI: 10.46898/rfb.

c504a3d5-71eb-42c9-987e-1df14a7fc699

Presentation

O presente trabalho tem como objetivo analisar de que forma o fazer notícia vem sendo impactado pelo crescente uso das redes sociais nos jornais impressos. Para isso, esta pesquisa se dividirá em três eixos: investigar se a inserção das redes sociais nas notícias impressas alterava ou não a composição das mesmas; analisar o efeito de sentido construído pela narrativa, que parece elaborar uma certa imagem do jornal; e levantar os diferentes pontos de vista presentes nas notícias. Para fins teóricos, foi utilizada a Análise do Discurso de base enunciativa com ênfase nos estudos de Bakhtin, Maingueneau e Ducrot. Foram utilizados os conceitos de: gênero do discurso, cenografia, etos de base discursiva nos estudos de Maingueneau e a teoria da polifonia em Ducrot. O córpus da pesquisa consiste em doze notícias publicadas no jornal fluminense Extra, no caderno ‘Baixada’, no ano de 2015. As notícias foram publicadas nesse jornal e consistem em denúncias de leitores que utilizaram o aplicativo de celular WhatsApp para relatar problemas enfrentados em seus bairros. O estudo utilizou-se da cartografia como um método de pesquisa, pois não se partiu de uma hipótese prévia a ser testada. Os resultados sugerem que as notícias sofreram um deslocamento em seu quadro genérico adquirindo características de outro gênero textual; o jornal tenta transmitir um etos de interação e espaço democrático às críticas sociais enviadas pelo leitor.

Data de publicação:

3 de janeiro de 2024 18:12:51

Gostou? Comente!

Share Your ThoughtsBe the first to write a comment.
bottom of page