top of page

CULTURA DE SEGURANÇA DO PACIENTE E SÍNDROME DE BURNOUT EM HOSPITAIS

Cíntia de Lima Garcia
Raimundo Monteiro da Silva Neto
Alex do Nascimento Rosa
José Lucas Souza Ramos
Aline do Nascimento Rosa de Brito
Polyana Amorim Cruz Nascimento
Naidhia Alves Soares Ferreira
Ingrid Mikaela Moreira de Oliveira
Italla Maria Pinheiro Bezerra

ISBN: 978-65-5889-418-6
DOI: 10.46898/rfb.9786558894186

Presentation

A Segurança do Paciente é um dos maiores desafios para a qualidade da assistência, e, portanto, tem sido uma preocupação em nível global. A Cultura de Segurança do Paciente é um caminho para garantir a minimização da ocorrência de eventos adversos em saúde.
Para que uma organização promova a cultura de segurança do paciente, é necessário que exista o envolvimento da gestão e o estímulo aos comportamentos seguros. São premissas básicas: abertura para comunicação, trabalho em equipe, notificação dos eventos adversos, cultura justa, aprendizagem mútua e satisfação profissional.
Parte-se desse ponto, de que (in) satisfação profissional aumenta e os estressores do ambiente de trabalho, sabidamente elevam a incidência de Síndrome de Burnout entre os profissionais de saúde. Mas, há uma relação direta entre a Cultura de Segurança do Paciente e a Síndrome de Burnout?
Nesse livro, nos empenhamos a discutir os principais conceitos e fatores associados a essa relação. Compilamos as melhores evidências acerca do contexto. Desejamos a todos, uma excelente leitura.

Publication date:

12 de outubro de 2022 17:38:03

Gostou? Comente!
Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Share Your ThoughtsBe the first to write a comment.
bottom of page