top of page

ESTRATÉGIAS EM PESQUISA CIENTÍFICA: DADOS DE DOMÍNIO PÚBLICO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO

Tamires Feitosa de Lima
Chiara Lubich Medeiros de Figueiredo
Fernando Virgílio Albuquerque de Oliveira

ISBN 978-65-5889-122-2
DOI 10.46898/rfb.9786558891222

Presentation

As tecnologias de informação e comunicação estão contribuídas de diferentes formas nas relações sociais, entretenimento, educação e no trabalho. No mundo do trabalho atua de forma diferente com mais flexibilidade e liberdade, além de tornar a comunicação fluida e eficiente. Fato que nos conduz a uma interrogação: as novas tecnologias surgem para melhoria na saúde e na qualidade de vida das pessoas?
Na busca de oferecer respostas, o livro “Abordagem metodológica não convencional em pesquisa” apresenta produtos e serviços de informação, estático ou dinâmico, como projetos inovadores aplicados a saúde da criança e gestante. Entenda-se por Produto de informação o resultado tangível de todo processo de gestão da informação (coleta, análise, tratamento, armazenamento e disseminação) que propicia um benefício através de sua utilização, visando sempre atender as necessidades identificadas.
Na primeira parte do livro, estudo de desenvolvimento tecnológico, os autores apresentam dois aplicativos. O primeiro é o Preneonatal+ que é uma plataforma de telemedicina para oferecer suporte nos protocolos de assistência pré-natal. Entre outros benefícios, os dados alimentados pela paciente permitem o tratamento e monitoramento de diabetes gestacional.
No terceiro artigo há uma discussão sobre a potencialidade dos sistemas de informação a partir do que existe de disponibilidade na rede pública. Segue com uma alerta sobre a qualidade da informação que possuem e que permitem a geração de políticas e/ou tomada de decisão dos gestores públicos. Estes sistemas tiveram sua modelagem de dados com o objetivo coletar, processar, analisar e transmitir informação de saúde aplicada a epidemiologia e da vigilância em saúde.
A discussão sobre o Produto informacional continua presente na segunda parte do livro. Cabe explicar que produto informacional é caracterizado pelo conteúdo inserido no produto de informação, apresentando-se como um bem tangível ou intangível. Em sua essência adiciona valor ao produto na incorporação de inovação no processo e no produto e é resultado de investimentos de pesquisa e aplicação a necessidades específicas a um contexto. Pode ainda automatizar tarefas e gerar maior eficiência ao liberar o tempo humano para outras atividades dentro da unidade laboral que atua. Para minha narrativa eu os divido em três unidades: produto informacional para saúde, tecnologias educacionais e estudos em bases de domínio público sobre violência. As técnicas de pesquisa passam por estudos de revisão, bibliométrico e análises em bancos de domínio público.
Os autores tratam o conteúdo do produto (sistema de informação) como capaz de flexibilizar o processo da tomada de decisão e promover a integração entre os elementos do processo produtivo. Detalham o ciclo de vida da informação nele contido desde a captura, tratamento, organização, armazenamento e análises de dados em bases ou sistemas de informação.
Acrescente-se que discutem o quanto à implantação de sistemas de informação ajudam a conhecer a realidade e obter consciência sobre como manejar para reduzir quando necessários os índices que afetam ao cidadão. Destacam o estudo realizado sobre o diagnóstico situacional da produção tecnológica em m-health, um aplicativo da área da saúde, conhecido como Mobile Health, que trata saúde da gestante.
Um destaque para três artigos sobre tecnologias educacionais que vão discutir as ferramentas digitais no apoio a aprendizagem de crianças, ao combate ao bullying e a avaliação por competência. Em ferramentas tecnológicas em espaços escolares para crianças: uma análise bibliométrica, os autores destacam que a tecnologia não substitui professor no processo de ensino-aprendizagem, embora oportunize autonomia na busca de ensino por meios dos dispositivos digitais. Vale descobrir na leitura quais as ferramentas consideradas mais lúdicas e às habilidades mais desenvolvidas no campo da cognição, comunicação e motora. É urgente que seja estimulada a comunicação não violenta (CNV) e se criei a cultura da paz e da empatia entre os alunos. Este é o tema tratado em “prevenção e combate ao bullying escolar”. Fiquei curiosa para entender no âmbito psicológico, o conceito de mindfulness e como o professor se beneficia em sala de aula para o combate ao bullying.
A formação por competência e sua avaliação mediada por rubricas em feiras escolares tratada pelos autores destacam a importância da avaliação com ênfase em algo mensurável e com significado. Dado que esta ferramenta fornece ao aluno uma referência e feedback de como melhorar o seu desempenho. Acrescente-se ainda a possibilita do professor explicitar os objetivos a ser alcançado com determinada atividade. A leitura permite entender como ocorre a convergência dos conhecimentos e competências imprescindíveis para basear e dar significado à ação.
Resgata-se a interrogação inicial: As novas tecnologias surgem para melhoria na saúde e na qualidade de vida das pessoas? A leitura individualizada ou no todo permite observar que a tecnologia é uma solução geradora de conhecimento a partir das análises com potencial para facilitar a vida da sociedade. Os produtos tecnológicos que embarcam dados reais, permitem prever ações de médio e longo prazo que permitem mudanças na forma de viver, melhoria na comunicação e no relacionamento entre as pessoas. Um produto informacional tecnológico é um facilitador para vida cotidiana que impacta em múltiplas áreas e beneficia a sociedade propiciando: simplifica tarefas, acesso a múltiplas fontes de conhecimento, estímulo a criatividade e inovação, estimula a comunicação, entre outros.
Maria do Carmo Duarte Freitas

Publication date:

16 de setembro de 2021 15:06:25

Gostou? Comente!
Đã xếp hạng 0/5 sao.
Chưa có xếp hạng

Add a rating
Chia sẻ suy nghĩ của bạnHãy là người đầu tiên viết bình luận.
bottom of page