top of page

Movimentos sociais no Brasil: da década de 1970 aos dias atuais — a influência dos movimentos sociais e sua relação com a democracia e as organizações partidárias nos últimos cinquenta anos

Pesquisas em Temas de Ciências Sociais Aplicadas

Roger Ricardo Braga de Carvalho

DOI: 10.46898/rfb.

b8eaaf3a-a143-42dd-9577-df4ecf4b3155

Resumo

O artigo discute a relação entre os movimentos sociais e a democracia nos últimos cinquenta anos no Brasil. O objetivo desta pesquisa é analisar a influência de manifestações e protestos de rua, ocorridos entre 1970 e 2020, sobre o processo democrático brasileiro e as instituições partidárias. A análise parte das lutas sociais contra a ditadura e a participação da igreja católica por meio das CEBs (Comunidades Eclesiais de Base) no fim da década de 1970. Analisam-se também as lutas pela redemocratização e pela participação popular na década de 1980. Os movimentos sociais em rede e os novos movimentos sociais, na visão de Alain Touraine, também são objetos desta pesquisa. Observa-se a influência dos movimentos sociais não apenas sobre as instituições e o processo democrático, como também sobre as identidades individuais e coletivas que partilham suas ideologias, o que alterava expressivamente o jogo político e o funcionamento das instituições.

Data de publicação:

15 de março de 2024 00:45:39

Gostou? Comente!
Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page