top of page

DA INVISIBILIDADE AO PROTAGONISMO: AS OFÉLIAS DE SHAKESPEARE E MCCARTHY

Pesquisas em Temas de Linguística, Letras e Artes

Gabriela Lages Veloso

DOI: 10.46898/rfb.

7c86ec34-ff07-478e-9576-57c11278873c

Sinopse

De acordo com a época vigente, os papéis sociais da mulher, e, consequentemente, os seus traços psicológicos e comportamentais, são alterados. Essas mudanças são refletidas diretamente na arte, sobretudo, na literatura, e, posteriormente, no cinema. Neste sentido, o principal objetivo deste artigo é investigar a figura de Ofélia, através de uma análise comparativa entre a peça teatral Hamlet (1601), de William Shakespeare, e o filme Ofélia (2018), dirigido por Claire McCarthy, considerando as semelhanças e diferenças encontradas nos textos literário e fílmico. Para tanto, utilizaremos como contribuição teórica os estudos de Pereira e Rosenfield (2020); Ubersfeld (2005); Carvalhal (2006), dentre outros.

Data de submissão:

4 de maio de 2023 18:53:54

Data de publicação:

22 de julho de 2023 02:45:52

Gostou? Comente!
Rated 0 out of 5 stars.
Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page