top of page

ARQUITETURA DO GENE ANXA11 E SUAS CONTRIBUIÇÕES COM O PROCESSO NEURODEGENERATIVO DA ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA

Pesquisas em Temas de Ciências Biológicas

João Pedro Costa Roriz
Caroline Christine Pincela da Costa
Angela Adamski da Silva Reis
Rodrigo da Silva Santos

DOI: 10.46898/rfb.

d715687b-4b5c-4a06-b1b1-7afeb7211389

Resumo

Com uma etiologia incerta, a Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) é uma doença neurodegenerativa progressiva e fatal que acomete os neurônios motores. Diversos mecanismos foram associados à fisiopatologia da ELA, e genes como o ANXA11 foram identificados e relacionados com a doença, apresentando-se como possível biomarcador no seu diagnóstico. Nesse capítulo abordaremos o gene ANXA11, caracterizando suas principais descobertas na associação com a ELA. Esse gene codifica a anexina a11, uma proteína transmembrana de ligação a fosfolipídios dependentes de cálcio que regula a divisão e sinalização celular, transporte de vesículas, migração leucocitária, exocitose e apoptose, além de interagir com sua proteína-alvo, a calciclina. A interação proteica mediada pelo produto gênico do ANXA11 assume importante papel para a homeostasia neural, associando-se a doenças neurodegenerativas, como a ELA.

Data de publicação:

16 de janeiro de 2024 18:12:55

Gostou? Comente!
Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page