top of page

ATUAÇÃO DO FISIOTERAPEUTA NA SÍNDROME DA FRAGILIDADE EM IDOSO

Pesquisas em Temas de Ciências da Saúde

Priscila Taís Mendes da Silva
Ana Carolina da Silva
Clistenis Clênio Cavalcante dos Santos
Dayanne Sanmara Araújo da Silva
Shirley Maria da Silva

DOI: 10.46898/rfb.

c1a29b46-7cbf-4575-8de6-3ebc06056a16

Sinopse

O envelhecimento leva a uma maior vulnerabilidade a fatores internos e externos, que pode ocorrer a síndrome da fragilidade uma condição genética de origem endócrina, que gera maior vulnerabilidade as doenças ou estresses nos idosos. Caracterizada por redução da massa, força muscular e baixa energia para as atividades do dia a dia. Vale destacar que podemos definir fragilidade em três níveis: Robusto, pré- frágil e frágil, e para identificar os níveis podemos utilizar as escalas de avaliação. Questões como as queixas de pacientes que sofrem com perda involuntária de peso, fraqueza, redução da velocidade da marcha e exaustão ressaltam a importância desse estudo, o propósito é abranger os tratamentos e benefícios fisioterapêuticos nas reações adversas como redução de quedas e diminuição de hospitalização de idosos fragilizados e proporciona-los uma melhor qualidade de vida, trazendo um melhor custo benéfico e atuando tanto na prevenção, quanto na reabilitação.

Data de submissão:

10 de maio de 2023 21:02:41

Data de publicação:

22 de maio de 2023 11:15:27

Gostou? Comente!
Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Não foi possível carregar comentários
Parece que houve um problema técnico. Tente reconectar ou atualizar a página.
bottom of page